Publicidade

O Exército russo iniciou exercícios militares simulando ataques com mísseis contra a Estônia, disse nesta quarta-feira um alto funcionário de defesa do país báltico. 

A Estônia, membro da aliança da OTAN, também acusou Moscou de violar seu espaço aéreo. O estado báltico convocou o embaixador russo em Tallinn para protestar contra a rota de voo do helicóptero da guarda de fronteira MI-8 que entrou no espaço aéreo da Estônia por vários minutos na noite de sábado. 

“Atravessar a fronteira com um helicóptero não pode ser um erro – houve vários exemplos nos últimos dias. Além das ações na fronteira, houve ações provocativas voando muito perto da fronteira nos últimos dias”, Kusti Salm funcionário público do Ministério da Defesa da Estônia, foi citado pela Sky News.

Publicidade

“Nunca foi tão sério como agora”, acrescentou, comentando os exercícios militares russos. “Eles estão realmente simulando ataques de mísseis contra o território da Otan e nos informando que estão fazendo isso.”

Os exercícios começaram antes da cúpula da Otan na próxima semana em Madri. As relações entre Moscou e os países bálticos também dispararam nos últimos dias com a decisão da Lituânia de bloquear o trânsito ferroviário pelo território russo de Kaliningrado em cumprimento às sanções europeias sobre a invasão da Ucrânia.

Publicidade

Comentários

Comments are closed.